20 junio, 2024

As Cataratas do Iguazu estão localizadas entre a provincia argentina de Misiones e o estado brasileiro de Paraná. Elas são consideradas Patrimônio da Humanidade pela UNESCO desde 1984 e é o segundo lugar mais visitado por estrangeiros dos dois países.

Aqui estãoas dez razões para conhecê-las

  1. Ilha San Martín: Depois de atravessar o rio em barcos se chega à ilha onde existe um caminho de 650 metros com vários passos. O estímulo mais importante de visitar este lugar éa Visão do salto San Martín.
  2. Caminho Macuco: Também no parque argentino, ele propõe uma caminhada dentro da selva com a possibilidade de se encontrar com os macacos caí e chegar até o salto Arrechea, que é uma cachoeira de 23 metros de alto que forma uma piscinanatural de águas transparentes.
  3. A Garganta com lua cheia: Visitar a garganta à luzda lua é realmente deslumbrante. O trem ecológico da selva transporta os turistas em médio do crepúsculo o que faz que a selva pareça ainda mais intensa.
  4. Navegar embaixo da quedada água: Navegar pelo rio em pequenos barcos embaixo da catarata é uma aventura inesquecível. Isso sim, você terá que trazer outra roupa porque dificilmente você vai sair seco dessa aventura. No parque brasileiro a proposta é Macuco Safarí, que transporta em grandes barcos naúticos até o salto Três Mosqueteiros.Do lado argentino, a opção é atravessar os 7 quilômetros de rio para entrar no canhão da Garganta do Diabo e realizar duas aproximações a um dos saltos mais importantes.
  5. Porto Canoas: Você pode provar vários pratos típicos da melhor vista, para isso você só terá que sentar no convés do restaurante, no parque brasileiro.
  6. Sobrevoo em helicóptero: Uma das propostas mais interessantesdeste lugar é voar em um helicóptero para admirar as cataratas do alto. O caminho começa sobre o traço de rio até a Garganta do Diabo. A panorâmica permite entender como se forman os saltos de água que estouram no curso do Iguazu.
  7. Fauna local: Em Porto Iguazu território argentino, Güirá Oga é um centro de resgate e reabilitação que convida a refletir sobre a necessidade de preservar a fauna silvestre e seu ambiente.Em un início estava pensando somente para pássaros, porém hoje também tem mamíferos e répteis.Quando você passa a fronteira, o parque daspassarinhos tem mais de 1000 animais de 140 espécies entre flamingos, tucanos, harpias, araras, borboletas e répteis.
  8. Mistérios guaranis: Se você gosta do que é diferentepode visitar a aldeia aborígine para conhecer seus costumes e conhecimento ancestral. No forte Mbororé, a comunidade mostra parte de sua cultura, medicina natural, canções, danças, ofícios, filosofia da vida e, crenças, tambén fez uma caminhada pela selva com guias.Cutra opção é a comunidade Yriapú, onde se pode apreciar a manufatura de ofícios. D duas horas do Porto Iguazu e a 16 quilômetros de Andresito, encontra-se a comunidade Mbya Guarani Kaaguy Porá, que propõe atravessar trilhas de ecoturismo.
  9. Canopy e Rapel: Iguazu forest propõe essas atividades cheias de adrenalina.O Canopy consiste em deslizar de uma árvore a uotra, enforcado de um arreios sobre 25 metros de altura, en três seções: dois de 200 metros e um mais longo e excitante de 400 metros.En quanto, o Rapel convida a descer pelas rochas em médio de uma queda de água de mais de 15 metros e, dependendo do clima, a aventura pode ser seca ou molhada, terminando o caminho em um banheiro em a cascata.
  10. Fazendo compras: É uma boa opçãon este lugar já que os bons preços a variedade de ofertas nos itens importados chaman a atenção dos viajantes.

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *